Saiba como ter uma cozinha acessível

3 minutos para ler

Em casas onde tenha pessoas com mobilidade reduzida é importante que eles tenham acesso a  todos os cômodos da casa e por isso tem que ser de forma segura e confortável. Dentro de todos os cômodos da casa a cozinha é um onde as pessoas ficam muito e também por ter muitos móveis é o mais difícil na hora de adaptar. Uma dica importante é não colocar objetos no meio da cozinha e evitar armários altos.

Cozinha acessível

Para ter uma cozinha acessível é necessário prestar atenção em alguns pontos. Veja a seguir:

  • Para que a cadeira de rodas possa ter uma boa circulação é recomendável ter 1,50m de espaço livre.
  • Para facilitar o acesso aos utensílios, os armários devem ter 1,20m de altura.

Altura da pia

A altura da pia tem que ser pensada tanto para os cadeirantes quanto para os outros moradores da casa, por isso ela tem que ter de 73 cm a 85 cm, para a escolha deve-se levar em conta qual o tipo de cadeira de rodas que é utilizada.

Modelo de fogão ideal

O cooktop é a melhor opção pois permite a aproximação frontal, quando é instalado na altura correta tem como a pessoa ver o alimento nas panelas o que facilita muito. Uma dica é colocar um espelho inclinado acima do cooktop.

As panelas elétricas podem ser uma solução para quem tiver dificuldades com o fogão, pois é possível fazer muitas coisas com uma air fryer, por exemplo.

Qual torneira utilizar?

É recomendado instalar torneiras com alavancas, pois elas são mais ergonômicas do que as que precisam ser giradas para acionar a água. Outra opção é usar as que têm acionamento automático.

Piso ideal

Em algumas casas as cozinhas não ficam no mesmo ambiente dos outros cômodos, por isso é importante fazer o nivelamento do piso e colocar rampas onde for necessário. Nas áreas molhadas como o banheiro e a cozinha é preciso colocar pisos antiderrapantes. Não faça o uso de tapetes pois pode atrapalhar na circulação.

Pense na segurança!

Evite coisas que podem causar acidentes, machucados, tropeços ou cortes, como mesas com pontas ou quinas que podem ser substituídas por mesas redondas. As gavetas e os suportes de talheres também podem causar cortes, então cuidado.

Dicas 

Uma das dicas mais importantes é deixar as coisas automatizadas para dar mais segurança e conforto. Existem escorredores que sobem e descem com o acionamento de um botão e também iluminação automática.

Com pequenos ajustes, é possível aprimorar a acessibilidade e trazer a praticidade necessária para uma vida mais independente. A organização é muito importante, quem é cego, por exemplo, criam mapas mentais para se locomover e encontrar as coisas, por isso é importante manter as coisas organizadas.

Gostou das dicas para ter uma cozinha acessível? Então nos acompanhe no Instagram e no Facebook e acesse nossa loja virtual

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-