Tendinite no pulso: quais são as causas, sintomas e tratamentos?

4 minutos para ler

A tendinite no pulso (ou no punho) é uma inflamação dos tendões situados na articulação. Ela é classificada como um tipo de Lesão por Esforço Repetitivo (LER), já que acomete principalmente pessoas que realizam tarefas manuais e repetitivas, como a digitação.

Além disso, esse tipo de tendinite pode afetar o tendão localizado na base do polegar, gerando acúmulo de líquido na região. Nesse caso, ela é chamada de tendinite de Quervain ou, ainda, outros nomes — tendinite no polegar, tenossinovite, enfermidade de De Quervain e síndrome de De Quervain.

Neste post, vamos mostrar quais são os sintomas, as causas e as formas de tratamento para a tendinite no pulso. Confira!

Quais são os sintomas da tendinite no pulso?

Os principais sintomas da tendinite no pulso são os seguintes:

  • dor no pulso;
  • inchaço ao redor da articulação local;
  • calor e vermelhidão dos tendões;
  • fraqueza no pulso ao executar tarefas;
  • rigidez, dormência e formigamento no punho;
  • sensação de moagem (crepitação) ao movimentar os tendões.

As dores causadas pela tendinite no punho costumam surgir de maneira brusca e gradual no pulso e, depois, irradiam para as demais áreas próximas (polegar e antebraço). Elas são acentuadas com o movimento do polegar e das mãos ou quando o paciente segura determinado objeto.

Quais são as causas da doença?

Tendinite no Pulso: A principal DORT que causa dor no pulso | ORTOPedia BR

A tendinite no pulso decorre de movimentos repetitivos da articulação. São variadas as situações em que as pessoas movimentam a região de forma continuada e por um longo período, favorecendo a inflamação dos tendões e, por conseguinte, a doença. Um ou ambos os punhos podem ser acometidos.

Listamos, abaixo, alguns hábitos e atividades que podem ocasionar a tendinite. Veja:

  • digitação;
  • costura;
  • manuseio de instrumento musical por muito tempo sem pausa para descanso;
  • pesca;
  • pintura;
  • escrita com bastante frequência;
  • exercícios de musculação que abrangem a articulação do punho;
  • movimentos excessivos e repetitivos dos braços e polegares;
  • costume de segurar o bebê no colo com o polegar voltado para baixo;
  • esforços por um longo período, como segurar uma sacola de compras muito pesada apenas com uma mão.

Como é feito o tratamento?

O tratamento para a tendinite no punho depende do grau de inflamação nos tendões. Logo, é fundamental que seja orientado por profissional especializado, isto é, o ortopedista ou fisioterapeuta. A seguir, elencamos as práticas usuais para sanar o problema. Acompanhe!

Repouso e uso de órtese

O repouso precisa ser feito em qualquer situação para evitar a piora do quadro. Para tanto, a recomendação é utilizar órtese a fim de imobilizar a região.

Compressa de gelo

Colocar compressas de gelo na área por alguns minutos ajuda a estimular o fluxo de sangue e atenuar os sintomas da tendinite.

Medicamentos

Os medicamentos anti-inflamatórios prescritos pelo médico reduzem o inchaço na região e, consequentemente, eliminam a dor.

Fisioterapia

Exercícios de alongamento e fortalecimento são importantes para aumentar a mobilidade e a força dos músculos debilitados. Determinados aparelhos também podem ser utilizados para eliminar a dor e a inflamação.

Cirurgia

A cirurgia é o último recurso contra a tendinite. Durante o procedimento, o médico libera a bainha do tendão que se encontra degenerada e espessa. Assim, é possível movimentar novamente os tendões sem sentir desconforto. Mas vale destacar que, mesmo depois da intervenção, é essencial realizar fisioterapia para reabilitar a força e os movimentos.

Figura ilustra a Síndrome do Túnel do Carpo

Agora, sim, você está a par das causas, dos sintomas e do tratamento da tendinite no pulso. Por fim, saiba que com algumas medidas práticas adotadas no cotidiano, você pode evitar a inflamação. Entre elas, destacamos o alongamento, as pausas durante o expediente e o hábito de intercalar pesos em ambas as mãos. Fique atento!

Gostou do post? Para que outras pessoas fiquem por dentro do assunto, compartilhe-o agora mesmo em suas redes sociais!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

-