Quais são os problemas que podem ser causados pelo uso excessivo do celular?

4 minutos para ler

Estamos tão conectados aos nossos smartphones que, muitas vezes, parece que eles já fazem parte do nosso corpo. Mas não é bem assim e, na verdade, é exatamente o contrário. O uso excessivo do celular já tem mostrado impactos negativos na saúde do ser humano, tanto em relação aos aspectos físicos quanto aos psicológicos.

E os problemas tendem a aumentar em nossa sociedade, já que dados de 2019 apontam que apenas no Brasil já são mais de 230 milhões de aparelhos em uso. Considerando que os últimos números do IBGE somam 209,5 milhões de habitantes em 2018, existem mais smartphones ativos do que pessoas em nosso país.

Mas, afinal, a quais riscos estamos expostos com esse uso excessivo? Confira agora mesmo!

Insônia ou distúrbios do sono

A pandemia da insônia e da sobrecarga do coração em tempos de covid-19 -  31/05/2020 - UOL VivaBem

Aquela última olhadinha no celular antes de dormir pode ser fatal para destruir a sua noite de sono. Acontece que a luz emitida pela tela interfere diretamente na produção dos hormônios que ajudam a dormir, como a melatonina.

Isso significa que pouco adianta desligar a TV horas antes de ir deitar, tomar um chá e cumprir todo um ritual do sono e perder todo o esforço se expondo, ainda que rapidamente, ao smartphone.

Ainda é válido deixar o aparelho desligado ou em outro cômodo durante a noite, pois o acender das luzes ao chegar uma nova mensagem também pode prejudicar o sono.

Complicações oculares

O foco excessivo em um objeto pode causar o ressecamento dos olhos. Além disso, a mesma luz azul emitida pelas telas da qual acabamos de falar também pode causar a degeneração macular — um problema que pode se agravar até a perda permanente da visão.

Além disso, como deixamos os aparelhos bem próximos aos olhos, podemos estar mascarando algum problema de visão que já existe, como a vista embaçada ou tentar enxergar elementos que estão mais distantes.

Vale lembrar que, no caso das crianças, que estão com a visão em desenvolvimento, o problema pode ser ainda mais grave e prosseguir durante toda a vida.

Problemas na postura

Uso incorreto do celular pode provocar danos no pescoço e na coluna - Uai  Saúde

Ao observar uma pessoa olhando para o celular, dificilmente você vai ver alguém com a coluna ereta, os ombros retos e o pescoço alinhado.

Essa má postura pode causar muitos danos à coluna cervical. Imagine, por exemplo, que a sua cabeça abaixada em um ângulo de 15 graus pesa 12 quilos. Ao aumentar esse ângulo para 60 graus, o peso da cabeça sobre a coluna é de 22 quilos.

Já em curto prazo, a postura errada causa dores musculares e de cabeça, além de sensação de cansaço. Em longo prazo, podem ocorrer processos degenerativos e hérnias de disco precoces.

Para completar, acredite, forçar os músculos do rosto para baixo e o pescoço para frente pode causar flacidez na parte inferior da face e perda de elasticidade na pela, causando a famosa papada.

Problemas nos músculos das mãos

Conjunto de ilustração plana de telefone móvel sobre tecnologia de internet  smartphone nas mãos | Vetor Premium

Os danos causados às mãos pelo uso excessivo do celular já estão gerando novos termos, como os “dedos de smartphone”. Há indícios de que os dedos dos usuários estão realmente ficando tortos pelos movimentos repetitivos dos dedos para digitar causam, principalmente dos dedões, e pelo esforço do mindinho, que é o dedo que suporta o telefone.

Os punhos também padecem do mesmo mal, e os esforços constantes e recorrentes podem acabar provocando inflamação dos tendões — a tendinite.

Como você pôde ver, o uso demasiado do celular traz problemas que vão além dos mais falados atualmente, como a dependência, os problemas de autoestima e outras consequências emocionais graves. Para conseguir o equilíbrio, não leve o aparelho para o quarto na hora de dormir, procure atividades prazerosas fora do universo virtual, estabeleça mais momentos off-line e busque ajuda profissional, caso perceba necessidade.

E você, já tem ou teve alguns desses problemas relacionados ao uso excessivo do celular? Como consegue se manter longe do aparelho? Divida a sua experiência com a gente nos comentários!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

-